Informação sobre doenças da tireoide, causas, sintomas e tratamento das doenças da tireoide, incluindo os nódulos da tireoide.


Tratamento do câncer da tireoide

Mesmo que o nódulo tireoidiano seja maligno, na maioria dos casos cresce muito lentamente. E pode-se dizer mais, uma vez que o paciente começa o tratamento, as perspectivas são excelentes. Na grande maioria, os cânceres de tireoide podem ser extirpados completamente por cirurgia. Esta intervenção se chama tireoidectomia e extrai a glândula tireoide, inteira ou em parte. Em geral, a cirurgia é seguida de tratamento com iodo radioativo, para destruir tanto os resíduos de células da tireoide normais, como os de células cancerosas.
Uma vez removida a glândula tireoide, o seu médico indicará um hormônio tireoidiano para você tomar, a fim de repor o hormônio que a sua tireoide costumava produzir. Outro motivo para tomar hormônio tireoidiano depois da tireoidectomia é que o TSH produzido pela hipófise pode fazer o câncer aumentar. No entanto, ao tomar os comprimidos de hormônio tireoidiano, é enviado um sinal para a hipófise, avisando para que produza menos TSH. Tomar os comprimidos de hormônio tireoidiano ajuda a fazer isso, de duas maneiras:
  • Ajuda a repor o hormônio tireoidiano que o seu corpo produzia por si mesmo anteriormente, de modo a não entrar num estado de hipotireodismo.
  • Avisa a hipófise que ela tem de produzir menos TSH, de maneira que, se houver células cancerosas presentes, elas não vão crescer tão facilmente.
Algumas vezes o câncer de tireoide pode reaparecer ou se espalhar para outras partes do corpo, até muitos anos depois da cirurgia. É por isso que o seu médico determina que sejam feitos exames de verificação regulares, especialmente nos primeiros cinco a dez anos depois da operação.
Se você passou por uma intervenção cirúrgica para remover (total ou parcialmente) a glândula tireoide, por causa de um tumor maligno, seu especialista vai recorrer a dois exames básicos para verificar se o câncer reapareceu ou se espalhou para outras partes do corpo. Um deles é um exame de sangue chamado “determinação de tireoglobulina” e o outro é a cintilografia de corpo inteiro. Seu médico pode decidir realizar os dois exames ou simplesmente o exame de sangue.
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL